Infraestruturas IP: SDN e UHD

Mune_25_11A primeira palestra do segundo dia do SET Sudete 2015, que se realiza no Rio de Janeiro, esteve a cargo de Eduardo Mune (Imagine Communications) e abordou o “SDN e o UHD” como eixos da tecnologia das emissoras.

Ele definiu o SDN (Software Defined Networks) e como eles foram implantados no mundo do TI, em primeira instância e, mais tarde, começaram a ser utilizados na indústria broadcast. “O SDN é uma arquitetura flexível de trabalho que pode ser utilizada de forma flexível que otimiza, exibe e gere conteúdos”.

Mune afirmou que o SDN “está sendo aplicado na indústria broadcast porque a economia de escala mediante a indústria de TI está pressionando a indústria para este tipo de tecnologias” que ajudam, sobretudo, na “necessidade de novas infraestruturas porque os sinais mudaram substancialmente nos últimos anos (…) que podem ser utilizados em estruturas IP”, mas isso economicamente falando “não vai acontecer de uma hora para outra” mesmo sabendo que a infraestrutura IP para televisão fica melhor e mais barata a cada ano utilizando equipamentos produzidos com tecnologias COTS”.

O executivo mostrou como a indústria começa a trabalhar com estruturas híbridas nas quais possam ser trafegados sistemas SDI e IP. Para isso apresentou o Magellan SDN Orquestrator, “um roteador de vídeo com base IP que realiza o gerenciamento do switcher”.

Outro dos temas abordados por Mune foi o UHD, e as diferenças que ele tem com o 4K, sabendo que o primeiro é “ligeiramente menor que o 4K. O UHD vai acelerar a migração para o IP, já que a banda base não pode suportar com muito tempo este tipo de tráfico de vídeo com pelo menos 12 Gb/s. Hoje a principal discussão é qual será o padrão de tráfico, por isso, a Imagine trabalha pela definição do protocolo”.

Para o executivo é importante se preparar para o futuro assumindo que não se sabe se “vingará o UHD 4K ou 8K, e por isso é necessário permitir a transmissão de uma planta tradicional para uma planta IP com flexibilidade que suporte equipamentos SDI existentes, com opções de gateways e sistemas de controle que possam ser gerenciados,” aproveitando a economia de escala do TI e, com isso, avançar na migração para as novas tecnologias.

O SET Sudeste 2015, Seminário de Tecnologia de Broadcast e Novas Mídias Gerenciamento, Produção, Transmissão e Distribuição de Conteúdo Eletrônico Multimídia, se realiza no Auditório da Bolsa do Rio – Centro de Convenções Bolsa do Rio, na Praça XV de Novembro 20, Rio de Janeiro de 24 a 26 de novembro de 2015.

Veja a programação completa do SET Sudeste em:

http://www.set.org.br/eventos_regionais_sudeste.asp?ano=2015

Por Fernando Moura, no Rio de Janeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s