Novos meios de contribuição ao vivo

Representante da JVC no Brasil fala sobre os beneficios da mobilidade nas novas câmeras da marca

Representante da JVC no Brasil fala sobre os beneficios da mobilidade nas novas câmeras da marca

As transmissões ao vivo cada dia se tornam mais importantes na geração de conteúdos das emissoras, por esse motivo, a contribuição ao vivo é fundamental para as TVs e os seus serviços informativos

Armando Ishimaru (JVC) explicou aos presentes a evolução dos meios de comunicação nas últimas décadas com o advento da micro-onda, satélite, telefonia móvel e mais recentemente as redes IP encurtaram as distâncias e o tempo para uma matéria sair ao ar.

Para ele, com esta evolução, aumentou a pressão sobre a equipe de jornalismo por serem mais rápidas e com isso é cada vez maior o requerimento de equipamentos com melhor mobilidade e conectividade.

“A JVC desenvolveu de uma solução com a mais avançada tecnologia em captação de imagem integrada à tecnologia IP e de telecomunicações em uma câmera compacta de alto rendimento capaz de fazer um streaming ou FTP in loco a qualquer parte do mundo”, disse.

Ishimaru explicou a evolução dos sistemas de envio de imagens para as emissoras, e expressou que as novas câmeras “nas quais o mochilink esta dentro da câmera estão de moda. As criadas pela JVC só têm um conector de modem que permite alcançar até 4G e não utilizar os outros dispositivos para transmitir além da câmera, tudo esta dentro do equipamento”.

O executivo mostrou as novidades das novas câmeras da empresa e as principais funcionalidades desta nova tecnologia. “A ideia da JVC é criar equipamentos que possam gravar nos formatos populares, por isso as câmeras gravam em MOV, XDCAM EX, AVCHD, SD, MXF e PROXY, assim cobrimos 100% dos editores e cada cliente utiliza o formato do seu uso sistema interno de edição”.

Para o executivo, a tendência é a mobilidade, e por isso “precisamos câmeras que possam ter metadata incluída, e está possa ser enviada através da câmeras mediante a conectividade disponível no local, que neste caso pode ser mediante Apps ou FTP”.

“A tendência e termos equipamentos que tenham acesso a clientes FTP ou web servers desde a câmera” porque, segundo Ishimaru, se torna “mais fácil a transmissão. A ideia da JVC foi permitir que os clientes realizem o upload ao servidor do FTP, e gravação simultâneos porque tem dois slots de gravação que podem gravar juntos ou um por vez. Para nós o grande diferencial é realizar o streaming mediante o Advanced Streaming Technology que permite reduzir a tolerância de perda de pacote na transmissão ”.

O SET Regional NORDESTE, Seminário de Tecnologia de Televisão e Multimídias, Gerenciamento, Produção, Transmissão, Distribuição de Conteúdo Eletrônico Multimídia, Interatividade, Mobilidade, Interferência, Broadcast e Broadband realiza-se em Recife, Pernambuco de 24 a 25 de setembro de 2014.

O evento espera receber mais de 200 profissionais do setor na capital pernambucana no Auditório da TV Jornal do Commercio. Conta com a parceria institucional da TV Jornal do Commercio e é uma realização da SET – www.set.org.br

Por Fernando Moura, em Recife (PE)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s