SET SUL 2015: As comunidades de vídeo alavancam o mercado satelital

Rubens Vituli (SES)

Rubens Vituli (SES)

Voltando ao mercado satelital, a palestra “nova capacidade da SES para o Brasil” mostrou a tendência do mercado no Brasil e América Latina. Nela, Rubens Vituli (SES) afirmou que o mercado continua crescendo, e que até 2022, segundo uma pesquisa encomendada pela empresa, haverá mais de 30 canais em Ultra Alta Definição (4K) e 300 canais HD na América Latina porque “o crescimento dos canais HD é uma realidade, e a implantação do 4K esta começando”.

Ele disse, que existe uma demanda muito forte para o satélite. “Sabemos que há um avanço grande para a utilização do IP, mas mesmo assim, continua a ser utilizado o satélite como sinal backup”.

O executivo disse que o mercado de TV por assinatura na América Latina está crescendo devido a “condições econômicas favoráveis provenientes do aumento da renda da classe média e latente procura dos jovens pelo conteúdo premium são os principais incentivadores”.

No entanto, o tema principal apresentado por Vituli foi as novas comunidades de vídeo que suportarão o crescimento na América Latina com “banda planejada”, baseado no “desenvolvimento da nova comunidade de Vídeo – NSS-806 @ 47.5ºW”.

Ele disse que nos próximos tempos a SES terá operação própria no Brasil e haverá um teleporto no Brasil o que “permitirá que o suporte se faça em português facilitando muito a operação das emissoras”.

O executivo explicou ainda as funcionalidades do NSS-806 que foi adjudicado em 2014 mediante leilão. Este satélite oferece expansão e diversidade da já estabelecida comunidade de vídeo do SES-6.

“Este satélite aumentou a capacidade em banda C para distribuição de vídeo para América Latina pensando no aumento da comunidade de vídeo com o programa de antenas +ara operadores de TV que poderá providenciar antenas e alimentadores LNBs para os operadores de TV na América Latina com 3.7 metros de altura” afirmou Vituli.

O representante da SES ainda anunciou o lançamento em 2016 do SES-10 que estará situado a 67º W, terá “cobertura no Brasil” e poderá “ser utilizado para contribuições adicionais”.

O SET SUL 2015, Seminário de Tecnologia de broadcast e novas mídias Gerenciamento, produção, transmissão e distribuição de conteúdo eletrônico multimídia, terá importantes palestras, com destaque para o desligamento da TV Analógica, migração das AMs para a faixa FM, 4K, infraestruturas IP e interiorização da TV Digital, entre outros.

O seminário se realiza nos dias 12 e 13 de Maio de 2015 em Curitiba, Paraná, das 9:00 às 19:00H na Universidade Positivo Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 Curitiba – Paraná, e conta com a parceria Institucional: RPC TV/Universidade Positivo.

Confirma a programação completa em:

http://www.set.org.br/eventos_regionais_sul.asp?ano=2015

Por Fernando Moura, em Curitiba

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s