SET SUL analisa produção de conteúdo

Players da indústria dão dicas em Curitiba para que as emissoras possam produzir conteúdos de forma rápida, ágil, versátil e móvel com maior produtividade

produção de conteúdo

O painel “Produção de conteúdo: mais com menos” foi moderado por Caio Klein, gerente de Operações da RBS TV, e teve como palestrantes Ricardo Milani, engenheiro de Vendas da FOR-A no Brasil; Erick Soares, engenheiro de Suporte a Vendas da Sony Brasil; e Fredy Litowsky, diretor regional da Avid no Brasil.

Klein abriu as discussões afirmando que “o diferencial das emissoras está no conteúdo produzido, pois, cada vez mais, o público telespectador está mais exigente. Além disso, as opções se multiplicam, não só nas diversas plataformas de distribuição, mas também na forma como o conteúdo é oferecido e na quantidade maior de players no mercado”.

Na palestra “A história no centro da produção em Jornalismo”, Litowsky afirmou que as empresas de mídia devem se preocupar com os conteúdos e já não tanto com a forma do que divulgam, isto é, com a qualidade técnica dos materiais noticiosos. “A historia deve estar no centro do processo de criação permitindo ao jornalista trazer conteúdo de qualquer fonte e suportando qualquer distribuição, seja On Air, via social media, web sites, veículos impressos ou rádios. É preciso criar a possibilidade de repaginar o conteúdo para estar em diversos meios de distribuição.”

O executivo da Avid disse que hoje é possível ter “uma espécie de grande contêiner onde o usuário pode integrar toda a redação em um único espaço fazendo parte do sistema para produção dentro de uma plataforma e saindo do conceito de ilhas individuais para cada fase do trabalho. Hoje, podemos supervisionar tudo em um único workflow”, ressaltou.

produção de conteúdo 1Erick Soares (Sony) trouxe à Curitiba uma visão das tendências e dos usos de ferramentas para acelerar a produção de jornalismo, como base na tecnologia de transmissão de conteúdo (arquivos) e live-streaming por 4G/Wifi.

“Os pilares e desafios tecnológicos para os fluxos de trabalho com maior eficiência são os principais desafios da produção de jornalismo. Isso porque é preciso produzir mais conteúdo com a maior agilidade possível com o objetivo de simplificar o trabalho das equipes com a maximização da capacidade de produção”, afirmou.

Veja a Programação Completa do SET SUL 2017

Ricardo Milani (FOR-A) fechou o painel falando da “Next Generation Production” onde introduziu o conceito “FOR-A Team Play”, que se refere à integração de toda linha de produtos como switcher de produção, matriz, processadores, IP/SDI conversores, câmeras de alta performance e 3D sistemas gráficos.

Milani mostrou alguns cases do mercado, indicou como os produtos da empresa podem ajudar na elaboração de conteúdo (seja local ou remotamente), e abordou as vantagens do 4K em um projeto de 12K com extração. “Com o 12K Extraction, é possível extrair imagens HD da imagem produzida em 4K, como se estivéssemos trabalhando com múltiplas câmeras. É possível, então, explorar as 3 imagens em 4K captadas e dai extrair o conteúdo”, explicou.

Por Fernando Moura, em Curitiba (PR)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s