Tecnologias de compressão e arquivo digital na era além do HD

Enio Arruda (Sony) explicou os desenvolvimentos do arquivamento digital da empresa

Enio Arruda (Sony) explicou os desenvolvimentos do arquivamento digital da empresa

O futuro do arquivamento em estado solido será deixar de usar tecnologias de compressão e gravar conteúdos em formatos nativos

Enio Arruda (SONY) trouxe ao SET Regional Nordeste 2014 uma visão da tecnologia de compressão do XAVC e suas aplicações para produção HD e 2K e 4K. Para ele, com o grande crescimento de dados, o arquivo digital se torna uma preocupação inevitável no mercado, abordando assim a opção da tecnologia de mídia óptica para arquivo, com suas características, vantagens, aplicações e linha de produtos.

Arruda explicou os parâmetros e diferenciais da tecnologia 4K (UHDTV) e como a marca já desenvolveu um workflow completo para trabalhar com esta tecnologia. “Pensamos que em 2020 estaremos falando de 8K, mas hoje temos de pensar de workflows de trabalho pensando nesta resolução. Se fizermos a produção em 4K está servirá porque haverá legado, terá maior colorimetria e profundidade de campo e porque no fim da produção poderemos ver como está será guardada e emitida. Se produzirmos em HD não poderemos melhorar a qualidade do vídeo, se o fazermos em 4K, poderemos escolher o formato final e no futuro ter um conteúdo gravado com excelente qualidade”.

“A Sony tem hoje diferentes mídias de gravação que podem ser gravadas com XAVC. A questão é o códec e a compressão do vídeo. Com o codec XAVC podemos atender a demanda para 4K e HighFrame em MPEG-4 AVC/H.264 level 5.2. No futuro teremos, porque a Sony os esta desenvolvendo, o XAVC e o XAVCS, que terão pequenas diferenças entre MXF e MPEG4”, disse Arruda.

Outro dos temas abordados por Arruda foi o Optical Disc Arquive (ODA) e como este sistema de arquivamento da Sony pode ajudar as emissoras a armazenar os conteúdos produzidos por elas.

Para Arruda, a utilização das mídias depende das necessidades do radiodifusor, por isso a empresa sabendo que com as novas tecnologias de captura como o 4K geraram maior quantidade de bits e com isso maior necessidade de capacidade de arquivamento, já se trabalha em discos com maiores capacidades.

“Tendo em conta que houve uma junção da Sony e a Panasonic para ter desenvolvimento juntos que gerem uma nova geração de discos de arquivamento que hoje tem como máximo tem 128G para no futuro alcançar até 1TB”, afirmou Arruda.

O SET Regional NORDESTE, Seminário de Tecnologia de Televisão e Multimídias, Gerenciamento, Produção, Transmissão, Distribuição de Conteúdo Eletrônico Multimídia, Interatividade, Mobilidade, Interferência, Broadcast e Broadband realiza-se em Recife, Pernambuco de 24 a 25 de setembro de 2014.

O evento espera receber mais de 200 profissionais do setor na capital pernambucana no Auditório da TV Jornal do Commercio. Conta com a parceria institucional da TV Jornal do Commercio e é uma realização da SET – www.set.org.br

Por Fernando Moura, em Recife (PE)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s