Migração da infraestrutura tradicional em banda base para IP

Domingues SET Nordeste 2014

Multiplataformas, multiformatos e redes IP com sistemas virtualizados são debatidas no SET Nordeste 2014

Felipe Domingues (IMAGINE COMMUNICATIONS) debateu no Recife, a mudança no comportamento dos telespectadores devido as novas opções de acesso ao conteúdo (Internet, Tablets, Smartphones) e com essas mudanças, a migração da infraestrutura tradicional banda base para IP.

Para Domingues, o consumo multitelas avança porque “está crescendo o número de pessoas que estão assistindo conteúdo de vídeo em outros dispositivos que não a TV. Embora, hora vistas na TV ainda dominem o maior número de conteúdo consumido”. De todas formas, segundo o executivo da Imagine Communications, “a tradicional forma de assistir televisão (canal linear) está mundando aos poucos para on-demand, enquanto a maioria dos telespectadores ainda assistem o conteúdo broadcast”.

Para ele, já é uma realidade o consumo multiplataformas, de fato, “49% das pessoas utilizam  smartphones ou tablets para navegar na web equanto assistem TV”, e que “41% dos pais dizem que as crianças utilizam os tablets diariamente”, tudo isso, assumindo que “22% das pessoas assistem conteúdos diferentes do resto da família em dispositivos diferentes enquanto estão no mesmo ambiente”.

Nessa nova realidade “é necessaria a evolução das soluções de Playout Integrado que pode gerar uma redução dramática nos custos” da emissora. Outra das soluções frente a este novo paradigma de consumo midiático é migração banda base para IP porque “os sinais mudaram substancialmente ao longo dos anos chegando a 3GSDI e 12GSDI (4K) com 10GBE. Assim, as novas tecnologias melhoram a eficiência Broadcast  permitindo a produzir de mais conteúdo com custo menor”.

Domingues disse que conjuntamente com a queda dos custos, aumentou a capacidade de equipamentos IP, alcanzando estabilidade en fluxos de trabalho baseados em TI. “Sabemos que a transição não vai acontecer de uma hora para outra, mas ainda assim a infraestrutura IP para televisão fica melhor a cada ano”.

O executivo da Image finalizou a sua palestra dizendo que o “SDI não está morto – funciona bem e já está implantado, com custo/performace dos equipamentos SDI melhorando a cada ano” porque “os clientes estão procurando, suportar a infraestrutura existente SDI com opções de gateways IP e sistemas de controle que suportem a infraestrutura tradicional e IP que possam ser endereçados ao 4K e além!”.

Ante a pergunta da Revista da SET sobre o futuro IP e o aumento da presença do software em detrimentos dos equipamentos de hardware nas emissoras, Domingues disse que “a Ideia da marca para o futuro é a venda de softwares que possam ser integrados aos sistemas implantados pelos clientes e assim oferecer soluções integradas”.

O SET Regional NORDESTE, Seminário de Tecnologia de Televisão e Multimídias, Gerenciamento, Produção, Transmissão, Distribuição de Conteúdo Eletrônico Multimídia, Interatividade, Mobilidade, Interferência, Broadcast e Broadband realiza-se em Recife, Pernambuco de 24 a 25 de setembro de 2014.

O evento espera receber mais de 200 profissionais do setor na capital pernambucana no Auditório da TV Jornal do Commercio. Conta com a parceria institucional da TV Jornal do Commercio e é uma realização da SET – www.set.org.br

Por Fernando Moura, em Recife (PE)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s