Fluxos de arquivo, descrição, operação, recursos necessários, demandas emergenciais e outros itens

mediaportalFabio Tsuzuki (Media Portal) e José Olairson proferiram no SET Centro-Oeste uma palestra diferente e descontraída, com muita participação do público e uma interação muito interessante com os participantes do seminário.

Por meio de exemplos práticos, eles descreveram fluxos de arquivos e esclareceram os seguintes pontos: quais são os recursos necessários para descrever fluxos de arquivos; como colocar fluxos de arquivos em operação; e como atender demandas emergenciais quando existe uma carga operacional em processamento.

Tsuzuki e Olairson trabalharam os diferentes sistemas de Storage e, com eles, a convergência de conteúdo com diferentes finalidades, que passam por Storage para edição com Edit in place, push-pull que precisam de alto desempenho (throughput) para atender várias ilhas simultaneamente, no caso edit-in-place (sistemas proprietários), e para push-pull onde podem ser usados padrões de TI.

Finalmente, o storage para exibição integrado ao exibidor que funciona independentemente de marca, padrões de TI, e porque ainda existem sistemas proprietários. Finalmente, o Storage para arquivamento que trabalham independentemente da marca, e dos padrões de TI.

Eles explicaram que a próxima virtualização será a de Storages mediante Software Defined Storage (SdS). Ainda trabalharam o conceito de nuvem (Cloud) e com ela a quebra de paradigma e as dificuldades de implantar uma nova cultura na infraestrutura.

Para eles, o conceito da nuvem traz dificuldade de gerenciamento de grandes infraestruturas por ser “um choque no processo de cobrança por uso”, já que se trata de um conteúdo armazenado em local desconhecido pelo proprietário, o que provoca “insegurança no uso das novas tecnologias devido ao desconhecimento: menor controle sobre o tráfego de arquivos em rede – uso compartilhado de recursos”.

Como conclusão, Tsuzuki afirmou que a indústria tem a necessidade de melhorar a infraestrutura de comunicação: é preciso melhores equipamentos e segurança, mas, sobretudo, recursos humanos com maior capacitação tecnológica, e esse é o “grande desafio”.

O SET CENTRO-OESTE 2015, Seminário de Tecnologia de Broadcast e Novas Mídias Gerenciamento, Produção, Transmissão e Distribuição de Conteúdo Eletrônico Multimídia, terá importantes palestras, com destaque para o desligamento da TV Analógica, migração das AMs para a faixa FM, 4K, infraestruturas IP e interiorização da TV Digital, serviços satelitais, normas e regulações, entre outros. O encontro se realiza nos dias 6 e 7 de Outubro de 2015 em Brasília, Distrito Federal.

Confira a programação completa em:
http://www.set.org.br/eventos_regionais_centrooeste.asp?ano=2015

Por Fernando Moura, em Brasília

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s